O segmento da educação é bastante favorável para quem deseja abrir o próprio negócio. A busca por uma melhor capacitação profissional e um bom lugar do mercado de trabalho, assim como o crescimento constante da globalização faz com que abrir uma escola de inglês seja uma excelente alternativa para quem deseja prosperar com segurança no modelo de próprio negócio.

Mas assim como em qualquer outro ramo, antes de investir nesse segmento vale a pena conhecer o que é preciso para abrir uma escola de inglês do jeito certo. Confira as dicas!

O que é preciso para abrir uma escola de inglês

Para uma escola de idiomas atrair o seu público alvo, deve oferecer cursos de qualidade, possuir professores que tenham total domínio do idioma e com o dom de ensinar e cativar os alunos. O objetivo do curso de idiomas é desenvolver no aluno diversas competências como, leitura, interpretação, escrita e principalmente conversação. Tendo conhecimento disso, é importante:

Franquia x Negócio próprio

Investir em uma franquia de idiomas é um negócio certeiro, isso porque ao contrário de abrir um negócio do zero, ao abrir uma franquia você receberá do franqueador todo o suporte necessário para manter o seu negócio, além de que o valor investido com a divulgação da marca é baixo pois, na maioria dos casos, a franquia já é conhecida no mercado.

Conhecer e avaliar o mercado

Se você pretende abrir uma escola de inglês perto de um centro comercial de uma cidade grande a dica é investir no inglês empresarial, mais focado em conversação e com módulos mais rápidos. Mas se você pretende que seu negócio fique em um bairro mais residencial e perto de escolas, pode fazer mais sentido focar em uma educação para crianças e jovens em que o foco é construir as bases do conhecimento.

Estude e avalie o mercado em que estará inserido, olhe em volta, estude o local e o público alvo.

Estrutura

O tamanho da estrutura física irá variar segundo a expectativa do empreendedor em relação ao número de alunos que ele espera captar em seu curso de idiomas. No caso de franquias, o franqueado se compromete a seguir um padrão pré-estabelecido, e tratando-se de uma escola de inglês, a estrutura é de extrema importância.

Regulamentação do negócio

Antes de estabelecer, o empreendedor que abre um de curso de idiomas deve cumprir algumas exigências iniciais, começando com um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) seguido de um registro do contrato social na Junta Comercial da sua cidade.

Também é necessário fazer uma inscrição na Secretaria de Fazenda e se cadastrar junto à Prefeitura para obter a licença de funcionamento. Inspeções do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária fornecem alvarás que permitem que a escola funcione de maneira adequada.

Esses são os primeiros passos para abrir uma escola de inglês, saiba como montar uma franquia da Academia de Inglês Washington.