Você que está pensando em montar sua própria escola de idiomas, ou mesmo você que já tem uma, já deve ter percebido como nem um alto grau de conhecimento na língua e nem todos os certificados do mundo são suficientes na hora de montar o próprio negócio, não é mesmo?

Um dos maiores desafios na área, sem dúvida, é saber como captar alunos para a sua futura escola. Com um mercado altamente competitivo nos dias de hoje, ser bom, infelizmente, não é o suficiente para garantir salas lotadas. Existem várias opções de divulgação de um negócio, passando pela propaganda tradicional até os formatos mais novos, como as redes sociais. Mas qual escolher? De cara, já te damos a primeira dica: o segredo é montar sua estratégia de captação de alunos, formada por vários meios, de acordo com o seus diferenciais, seu mercado e seus potenciais.

E fique calmo! Vamos te dar algumas dicas mais concretas, apresentando o passo a passo sobre o que fazer. Acompanhe com a gente!

Identifique os diferenciais da sua escola de idiomas

O mercado só absorve quem tem algo novo para oferecer. Abrir uma escola de idiomas igual às outras, para ser apenas “mais uma”, é meio caminho para fechar as portas dentro de alguns meses. Se você está em uma cidade onde o mercado de escolas de idioma está engatinhando ainda, sorte a sua. Seus diferenciais podem se basear apenas nos famosos 4 P’s do Marketing (Produto, Preço, Praça e Promoção): ter um produto diferente, um preço mais competitivo, estar num local mais estratégico e ter uma forma de comunicação já podem garantir o sucesso da sua escola.

Agora, se você está em uma grande cidade, com um mercado saturado de opções, aí as coisas começam a ficar mais desafiadoras. Atualmente, um único diferencial não é mais o suficiente para colocar uma empresa, qualquer que seja, em uma vantagem competitiva. Diz-se que são necessários, pelo menos, três diferenciais: um de produto, um de processo e um de organização.

O diferencial de produto é algo diferente relacionado diretamente ao que você comercializa. Nesse quesito, pode entrar o nível de domínio do idioma dos professores, os livros utilizados e por aí vai. Os diferenciais de processos, por sua vez, estão ligados à forma de fazer, como novas técnicas, metodologias, equipamentos e softwares. E, por fim, os diferenciais de organização são mudanças internas na forma de fazer. Talvez você atenda apenas de madrugada, ou seus professores tenham uma forma diferente de remuneração. Qualquer mudança interna que o diferencie do que é oferecido atualmente no mercado é uma opção válida.

Mas cuidado! Você deve ficar atento a dois aspectos. Primeiro: existe demanda para esse diferencial? De que adianta dar aulas de madrugada se estão todos dormindo? Segundo: você tem vocação para esse diferencial? Não é válido tentar usar uma metodologia super revolucionária que você não domina. Ter um diferencial é o ponto de partida para você ter o que falar para os seus potenciais alunos, e aí sim começar a captá-los de maneira eficiente. Ficou confuso ainda? A segunda dica pode te ajudar.

Faça propaganda para atrair e captar mais alunos

A boa e velha propaganda tradicional tem seu valor. Não é à toa que ela está aí desde a metade do século XX. Como diz o ditado, “a propaganda é a alma do negócio”. Essa frase pode ser entendida erroneamente como algo para dizer que a propaganda é essencial. Bom, é isso também, mas o mais importante é que uma boa propaganda vai te ajudar a dar “alma” para a sua escola.

Uma propaganda bem feita, além de te ajudar a perceber os diferenciais da sua empresa, irá divulgar isso para todos de forma criativa e, consequentemente, eficiente. A propaganda te destaca no mercado e te ajuda a achar um espaço só seu dentro dele, o famoso “nicho de mercado”. Nele, é como se você vivesse dentro de um mini monopólio, onde só você irá oferecer aquele produto. Para isso, a propaganda valoriza muito a experiência do cliente. Oferecer refrigerante, muitas empresas oferecem, mas proporcionar um “momento Coca-Cola”, apenas uma empresa proporciona. É isso que a propaganda pode fazer por você.

Não tenha medo e mostre a cara

Eu sei que o início é complicado, e às vezes a timidez toma conta, mas empreender é isso, dar sua cara a tapa para que o mercado e o público em geral julguem e avaliem. Então, não tenha medo e comece por aquelas pessoas que estão próximas de você. Divulgue sua escola primeiro para a sua família e para os amigos. Além de potenciais clientes, eles serão ótimos promotores da sua escola e poderão ajudá-lo a conquistar os primeiros alunos nesse início difícil.

botao_CTA_estudo_viabilidade2

Invista no Marketing Digital

Um dos meios mais baratos e com potencial de êxito para qualquer empresa hoje é a internet. Para captar alunos para sua escola de idiomas, não é diferente. Na web, você tem infinitas possibilidades, e os limites para o seu negócio praticamente não existem. Seja grande ou pequeno, na internet destaca-se quem entende melhor a linguagem e a cabeça do público. Você pode investir nas várias redes sociais disponíveis, como Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram e Snapchat, e até usar os princípios do marketing de conteúdo para criar seu próprio blog e atrair os clientes com o seu conhecimento. Parece promissor, não é mesmo? E o melhor: com algum estudo, que pode ser encontrado de graça na internet, você pode começar a fazer, sem a ajuda de ninguém, sem gastar nada e já colher os primeiros resultados. Parece mentira, mas não é. Basta começar.

Lembre-se de montar uma gama de opções de captação que tenham a ver com você e com seu mercado, identifique seus diferenciais e não tenha medo de se arriscar, seja com seus amigos, seja com a propaganda ou nos novos meios de comunicação. A ousadia é o sentimento motriz de quem quer chegar a um lugar ainda inexplorado.

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado a entender um pouco mais sobre como você pode captar alunos para a sua escola de idiomas. Tem alguma dúvida? Deixe um comentário!